NOTÍCIAS

Fique ligado por tudo que acontece, novidades, curiosidades e afins.

COMUNICADO IMPORTANTE - COMUNICAÇÃO FCTP

PRESIDENCIA - 05/01/2018

Caros Filiados,

 

A Federação Catarinense de Tiro Pratico estará retomando as atividades a partir de 08/01/2018, e visando um melhor atendimento passamos as seguintes informações importantes:

 

  • Contatos Gerais com a FCTP:

 

Para quaisquer assuntos ou duvidas estaremos atendendo apenas nos seguintes meios de comunicação:

 

Telefone: (47) 99205-4045

E-mail: secretaria@fctp.org.br

Watzapp: (47) 99205-4045

Novo endereço sede da Federação: Av. Estado, nº 1771, Centro, Edifício Residencial e Empresarial Pontal Norte, sala numero 42, Centro, Balneário Camboriú/SC – CEP: 88331-150.

Assistente Administrativo: KALLIL RIBEIRO PESSOA

 

Obs. (1): Solicitamos não contatarem os telefones particulares dos membros da diretoria da FCTP (ligações ou watzapp ou e-mail particulares), direcionado todo e quaisquer assuntos com os contatos acimas descritos.

Obs. (2): Os assuntos de natureza financeira, deverão serem tratados no e-mail: financeiro@fctp.org.br com Cristiano (departamento financeiro).

 

  • Site da Federação – www.fctp.org.br:

 

O Site (incluindo o sistema operacional) é o meio de comunicação com todos os clubes e federados, portanto pedimos acompanhar todos assuntos pertinentes devidamente atualizados nos respectivos “menus” do site, bem como quaisquer pedidos de declarações (filiação, ranking, habitualidade e outros) deverão acessarem com seus login e senhas para requisitarem através do sistema as respectivas declarações, anexando se necessários documentos.

Assim que liberada as declarações serão remetidas automaticamente no e-mail do filiado cadastrado no sistema.

 

Das Inscrições em Provas no site:

 

Inscrições de provas promovidas pela FCTP também deverão ser realizadas pelo acesso do sistema informatizado.

Informamos que não serão realizadas ou permitidas participações em provas promovidas pela FCTP desde que a inscrição não tenha sido efetuada pelo site, bem como o encerramento das inscrições ocorrerá  03 (três) dias antes do inicio do campeonato para organização da prova.

Inscrições não pagas serão excluídas automaticamente do sistema, impossibilitando o competidor da participação no campeonato.

 

Do controle financeiro pelo site:

 

O sistema de acesso também permite a verificação de pendencias financeiras, bem como a possibilidade de impressão de boletos em aberto.

OBS.: Devido a transição de diretoria o Banco do Brasil bloqueou o acesso temporariamente para baixa e remessa de arquivos eletrônicos, impossibilitando a baixa financeira no sistema, portanto caso estejam com suas obrigações em dia, não se preocupem pois até 20/01/2018 todos os pagamentos serão baixados eletronicamente no sistema.

 

Dos comunicados gerais da FCTP com seus Filiados:

 

E-mail de instruções, comunicados serão todos remetidos apenas pelo sistema informatizado portanto confiram seus dados cadastrais (e-mail e telefones particulares), pois esta Federação utilizará somente este instrumento como meio de remessa de dados aos seus Filiados.

 

Da emissão de Declarações (Filiações, Ranking, Habitualidade e outros tipo de declarações):

 

Declarações de Ranking e Habitualidade a partir de 01/01/2018 (mais frequentes) e outros somente serão liberados desde que todos os documentos cadastrais estejam anexados (CR, CPF/RG, Comprovante de Endereço, Declaração de Filiação em Clube (vigente 2018)).

 

Esta Federação poderá emitir Declarações de Ranking Níveis I, II e III, desde que o solicitante preencha os requisitos de acordo com a Portaria 51 do EB.

 

Portanto caso o filiado não tenha dentro das competições promovidas pela Federação em seus campeonatos (últimos 12 meses anteriores ao solicitação) a quantidade necessária de treinamento ou da pratica de competições, deverá o solicitante apresentar a declaração de seu clube, ou documentos que atestem a participação em treinamentos ou competições nos últimos 12 meses, caso contrario esta Federação limitar-se-á apenas as informações constantes em seu banco de dados.

 

Art. 77. Os atiradores desportivos são caracterizados por níveis que representem a sua situação de efetiva prática do esporte em período considerado.

 

Art. 78. Os níveis de situação do atirador desportivo são:

 I – nível I:

  1. a) atirador desportivo vinculado a uma entidade de prática do tiro;
  2. b) atirador desportivo que compete em provas de âmbito local (municipal) ou praticante de tiro como atividade de recreação.

II – nível II:

  1. a) atirador desportivo vinculado a uma entidade de prática do tiro;
  2. b) atirador desportivo que compete em provas de âmbito distrital (Distrito Federal), estadual e/ou regional.

III – nível III:

  1. a) atirador desportivo vinculado a uma entidade de prática do tiro;
  2. b) atirador desportivo que compete em provas de âmbito nacional e/ou internacional.

 

Art. 79. As participações mínimas por âmbito (local, estadual, regional, nacional e internacional), para caracterização do nível de situação do atirador, são:

 

I – nível I: oito participações em prática de recreação, em treinamento ou competição no estande de tiro, em eventos distintos, no período de doze meses;

II – nível II: oito participações em treinamento ou competição no estande de tiro, em eventos distintos, no período de doze meses. Das oito participações, duas devem ser competições, sendo pelo menos uma competição de âmbito estadual/regional;

III – nível III: oito participações de treinamento ou competição no estande de tiro, em eventos distintos, no período de doze meses; das oito participações, quatro devem ser competições, sendo pelo menos duas competições de âmbito nacional e/ou internacional.

  • 1o O atirador desportivo que estiver iniciando a prática da atividade, e que ainda não possui as participações mínimas previstas neste artigo, será caracterizado como nível I para efeito de aquisição de armas e munições.
  • 2o A comprovação da participação em treinamentos e competições será de responsabilidade da entidade de tiro de vinculação do atirador desportivo.
  • 3 o Para manter sua condição de atirador desportivo, será exigida, por ocasião da revalidação do CR, a comprovação, pela entidade desportiva, do atendimento aos requisitos mínimos previstos no inciso I deste artigo.

 

Da Habitualidade

 

Art. 74. Habitualidade é a prática frequente do tiro e é materializada pela presença do atirador no estande de tiro por período de tempo determinado.

 

Art. 75. A habitualidade deve ser comprovada pela entidade de prática e/ou de administração de tiro de vinculação do atirador e ser fundamentada nas informações dos registros de habitualidade.

 

  • 1° Registros de habitualidade são anotações permanentes das entidades de prática ou de administração do desporto que comprovam a presença do atirador desportivo no estande de tiro para treinamento ou competição oficial.
  • 2° Devem constar nessas anotações a data, o nome, o CR, o evento ou a atividade, a arma (tipo e calibre), o consumo de munição (quantidade e calibre) e a assinatura do atirador desportivo.
  • 3° Os registros de habitualidade devem estar disponíveis, acessíveis e facilmente identificáveis, a qualquer momento, quando solicitados pela fiscalização de produtos controlados.

Art. 76. A comprovação da habitualidade será exigida por ocasião de solicitação para aquisição de munição e/ou insumos para recarga.

 

Contamos com a colaboração de todos e desejamos a todos que se divirtam nos campeonatos em 2018 promovidos pela FCTP.

 

A Direção.